Microsoft tem intenção de comprar o TikTok

O presidente norte-americano Donald Trump deu um prazo de 45 dias para a Microsoft concretizar a aquisição da rede social chinesa, , presidente norte-americano que anunciou no sábado o bloqueio do aplicativo nos EUA. O plano de proibir o TikTok nos Estados Unidos se baseou na suspeita, sem provas até o momento, de que o aplicativo representa uma ameaça à segurança do país norte-americano.



A Microsoft informou que fará uma avaliação de segurança do aplicativo e deve chegar a uma proposta final até o dia 15 de setembro. Fontes ouvidas pela agência revelaram que o comitê tem o poder de vetar uma eventual aquisição, o que explicaria o tom cauteloso adotado no comunicado distribuído pela Microsoft.


A compra, avaliada em US$ 50 bilhões por alguns analistas (mais de R$ 250 bilhões), reforçaria a estratégia de redes sociais da Microsoft, inexistente alguns anos atrás.


O plano preliminar divulgado pela Microsoft envolveria a compra do aplicativo em apenas alguns países — Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia —, com a operação do app e o armazenamento de dados dos usuários nas quatro regiões ficando em servidores nos Estados Unidos, sem tráfego por computadores na China ou outros países.

Receba nossas atualizações

  • Instagram
  • Twitter
Radio Geek
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now